O Que É A Comunhão?

“Mas se andamos em luz, como ele está em luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo seu Filho nos limpa de todo pecado.” 1 João 1:7.

Muitas pessoas podem ter amigos ou conhecidos segundo seus próprios interesses ou gostos, mas não têm realmente comunhão. Este é o caso dos ímpios, assim como das pessoas religiosas. Eles não conhecem o verdadeiro significado da comunhão. 

Comunhão em participar da mesma meta

Então o que é? A comunhão é amar e cuidar uns dos outros porque todos temos a mesma meta. Nascemos de novo a uma esperança viva. (1 Pedro 1: 3-4) Tais pessoas foram tiradas de entre todo tipo de indivíduos para ser um corpo: o corpo de Cristo. (Colossenses 3: 11-15).

Podemos ver as grandes diferenças que podem existir entre os eleitos, por exemplo, que têm distintas personalidades e nacionalidades, mas a intenção é que Cristo seja tudo e em todos. Portanto, sua comunhão não se baseia em agradar uns aos outros segundo a carne, senão que se amam segundo o espírito no mesmo chamado. A comunhão consiste em ter cuidado, preocupar-se uns pelos outros, e ser salvos para que a plenitude de Cristo possa aumentar mais e mais. 

Como preservar a comunhão

Para cumprir com este amor, não devemos nos perturbar pela forma de ser dos demais ou deixar de amar a alguém porque cai em pecado. ¡ É exatamente quando nosso amor e cuidado devem ser evidenciados ainda mais! Paulo escreve: “Revesti-vos, pois, como escolhidos de Deus, santos e amados, de íntima misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de paciência.  Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos uns aos outros, se alguém tem alguma queixa contra outro. Como Cristo vos perdoou, assim também vós o deveis fazer.” Colossenses 3: 12-13.

Encontramos o pecado em nossa carne – nossa natureza humana – quando estamos com outras pessoas que poderiam não estar de acordo com nosso “gosto” de todo. Devido à forma de ser dos outros, podemos encontrar impaciência, justiça própria ou orgulho que surge de nossa vida carnal.  É por isso que precisamos ser limpos no sangue de Jesus. A pessoa que não ama a verdade sai da comunhão, já que não pode reconhecer o que precisa ser limpo. Neste ponto, devemos prestar atenção a nós mesmos e não julgar os outros. Podemos ajudar os outros com a sua salvação purificando-nos a nós mesmos, e para que desta maneira o nosso amor e cuidado possam aumentar, o que fará com que eles também não saiam da comunhão.  

Leitura adicional: Julga-te a ti mesmo

Andando na luz

“Assim que, querendo eu fazer o bem, acho esta lei: que o mal está em mim. ” Romanos 7:21. Se estivermos conscientes disto, não seremos José, mas temeremos. Paulo notou que estava cativo por outra lei em seus membros que lutava contra a lei de sua mente. (Romanos 7: 21-25, Romanos 8: 1-2).

Paulo descobriu tudo isso andando na luz e sendo guiado pelo Espírito Santo. Porque não viveu segundo a sua carne, teve luz sobre as coisas que brotaram de sua natureza – as obras do corpo – e assim pôde levá-las à morte por meio do Espírito, o que resultou em ser limpo com o sangue de Jesus.

Paulo descobriu tudo isso andando na luz e sendo guiado pelo Espírito Santo. Porque não viveu segundo a sua carne, teve luz sobre as coisas que brotaram de sua natureza – as obras do corpo – e assim pôde levá-las à morte por meio do Espírito, o que deu como resultado ser limpo com o sangue de Jesus.

A intenção de associar-se e estabelecer amizade com os que estão fora da comunhão é levá-los a Deus.  “Da mesma forma, Cristo padeceu uma só vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para nos levar a Deus, sendo na verdade morto na carne, mas vivificado em espírito.”  1 Pedro 3:18.

Aqui podemos ver que todos os sofrimentos de Jesus ajudaram a Seu próprio desenvolvimento, para que Ele pudesse nos guiar a Deus. (Hebreus 2: 10-11) Isto também se aplica a nós quando andamos na luz. Depois, entraremos nos padecimentos da carne através da cruz, em primeiro lugar, para que possamos ser preservados na comunhão na luz e, consequentemente, ajudar os outros a serem preservados na comunhão, Desta forma, ele pode guiar aqueles que estão fora em comunhão e serão guiados a Deus. Essas pessoas nunca estarão sozinhas.

 O que é a comunhão?