O Que Precisa Saber Sobre A Tentação

O ser tentado é quando um pensamento chega a sua mente e está consciente de que se o fizer e Ctuas de acordo com esse impulso terminará fazendo algo mau. É entrar em um momento decisivo: Vou escolher pecar? ou vou escolher vencer sobre o pecado? Cada um é tentado, quando de sua própria concupiscência é atraído e seduzido. Uma tentação é sempre algo consciente, e tu sabes perfeitamente que se cederes a esse pensamento cometerás pecado; farás o que sabes que está mal. É importante lembrar que não pode ser tentado sem que o pensamento chegue primeiro à sua mente. ¡ Esse pensamento é a tentação, não um pecado que tenhas cometido!

Como responder à tentação?

Tem a ver com sua atitude: O que prefere? Viver eternamente com Jesus, ou o momentâneo prazer do pecado? Tenha sempre isso em mente, e desta forma nunca estará de acordo com os pensamentos que cheguem a sua cabeça. Vá diante de Deus em humildade e ore: “Deus, dá-me força para estar firme e não me render. Sou fraco, mas tu és forte! Dá-me graça para vencer.” Tu não podes vencer sem que Ele te dê Sua força; não podes vencer sem a força do Espírito Santo.  Necessitas da Sua graça para vencer, e Ele sem dúvida alguma te dará o poder, “porque os olhos de Jeová contemplam toda a terra, para mostrar Seu poder a favor dos que têm coração perfeito para com Ele.” 2 Crônicas 16:9. Não podes evitar que uma tentação chegue a tua mente, mas podes rechaçá-la e detê-la para que não entre e afete teu espírito.

Inclusive quando a tentação seja longa e dure muito tempo; quando há algo em ti que luta por sua vida e deseja o contrário à vontade de Deus, é tua carne que trata de impor-se. Pode-se sentir como se a tentação viesse uma e outra vez, mas é importante entender que enquanto estiver lutando, não está pecando. Se você está conscientemente dizendo: “Não, não vou ceder ao que sou tentado! “Não vou ficar com raiva!” “Não vou ter inveja!” “Não permitirei pensamentos impuros!” Então você não está pecando! Não importa quanto tempo a tentação dure.

Vivendo em vitória!

Isto é viver em vitória! É uma batalha muito consciente, e o pecado morrerá, e quando morre, está realmente morto. Tem que entender que se surgir uma nova tentação, é algo novo contra o que deve lutar, não é uma tentação do passado que voltou da morte, não! é um novo inimigo, é uma nova batalha, e de novo, pode resistir até que o inimigo morra.

Nunca tome tempo para pensar: “Eu faço ou não faço?” “Até que ponto está errado?” “É realmente tão ruim?” etc. Pensamentos como estes mostram que você não leva as coisas a sério e não está interessado em vencer o pecado, além disso, com esta atitude, cedo ou tarde você vai ceder ao pecado. Você permite que Satanás fale ao seu ouvido. Imediatamente e sem dúvida, você tem que dizer: “Saia da minha frente, Satanás!” e então ele fugirá de ti. Usa a Palavra de Deus contra ti dele e disse: “Está escrito.” tal como nos ensinou Jesus. Satanás não tem nenhum poder ante a palavra de Deus. (Mateus 4:4-10).

É completamente possível viver uma vida pura e em vitória todos os dias, em todas as situações.

Você está interessado em ler mais sobre o que significa receber vitória sobre o pecado?

O que acontece se eu perceber que algo é pecado mas até depois de ter cometido?

Você sempre vai saber quando você é tentado. Não pode ser tentado sem saber. No entanto, algumas de suas ações, palavras e pensamentos podem ser contra a vontade de Deus sem que você perceba naquele momento; é isso que Paulo chama de “as obras do corpo do pecado.” Por algo assim, não pode dizer que foi tentado, já que não estava consciente disso e não sabia que ia ser pecado. Não há nenhuma condenação para isso; você não deve se sentir culpado ou desanimado por tais obras. (Romanos 7:25; Romanos 8:1) Mas isso não significa que você não deve fazer nada sobre isso.

Em Romanos 7:15-25 está escrito sobre estes dois “Eu-sou.” Um dos “eu” é a tua carne, e o outro “eu” é o teu espírito, ou a tua decisão de servir a Deus. O “eu” que está na tua carne é aquele que comete estes pecados inconscientes. Pode ter sido algo que você disse, e então você percebeu que só disse porque estava chateado, ou porque estava procurando por alguma honra. Mas não foste tu que fizeste isto, foste a tua carne! Quando você perceber essas ações, é de suma importância que você odeie o pecado que saiu da sua carne, se arrependa diante de Deus e peça desculpas se é que machucou alguém pelo que fez. Deste modo, estás conscientemente levando à morte o pecado; mas, se pelo Espírito fizerdes morrer as obras da carne, vivereis. (Romanos 8:13) Também é importante estar preparado; decida-se a estar mais alerta da próxima vez que vierem situações semelhantes. Resolva seus assuntos e faça melhor da próxima vez.

Você tem que odiar o pecado

É realmente muito fácil. Quando vires o pecado, odeia-o e vence-o, seja no momento da tentação, ou depois de o teres cometido. Desde que não concorde ou aceite, não é culpado. Porque quanto mais cedo o vires, mais farás a vontade de Deus, que é vencer a tentação.

Tais situações te ensinam a estar mais acordado. Te ajudam a aprender e a crescer. É um caminho para andar – o caminho através da carne – e todas as situações que você enfrenta são para que você seja cada vez mais livre do pecado em sua carne. Desta maneira você chega a entender e está em harmonia com Deus e Sua vontade em sua vida.

 O que precisa saber sobre a tentação