O Que Significa Fazer Morrer As Obras Da Carne?

“Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito fizerdes morrer as obras da carne, vivereis.” Romanos 8:13.

Há muito que aprender e entender deste versículo. O que significa viver conforme a carne? O que significa fazer morrer as obras da carne que saem de nosso corpo? É importante sabê-lo, porque diz claramente que se o fizermos, viveremos!

O viver segundo a carne é o mesmo que satisfazer os desejos da carne (Gálatas 5:16), ou ceder ante a tentação pelo desejo da carne. (Tiago 1:14-15). Viver segundo a carne é cometer pecado conscientemente, transgredir a lei e violar as leis divinas que se sabem de antemão que são pecado.

Obras manifestas da carne

As obras manifestas da carne são as coisas que sabemos que são pecado antes de as fazermos. Se continuarmos a viver segundo a carne – vivendo em pecado – morreremos. Se não vivemos segundo a carne, então crucificámos a carne com suas paixões e desejos (Gálatas 5:24). Assim estamos crucificados a tudo o que conhecemos como pecado. Em outras palavras, quando somos tentados a pecar, não cedemos à tentação. Claro que isso não significa que nossos desejos de pecar desaparecem magicamente; mas uma mente disposta é o que é necessário para lutar a boa batalha e vencer o pecado. Isto implicará sofrimento na carne já que se nega a satisfação de suas paixões e desejos. 

“Assim também vós considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus, nosso Senhor.  Não reine, pois, o pecado em vosso corpo mortal, de modo que o obedeçais em suas concupiscências.” Romanos 6:11-12.

“Posto que Cristo padeceu por nós na carne, vós também Cristo, rmaos do mesmo pensamento; pois quem padeceu na carne, terminou com o pecado, para não viver o tempo que resta na carne, conforme as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus.”  1 Pedro 4.1-2.

Obras da carne

Ainda mais significativo, está escrito que Devemos morrer as obras da carne que saem de nosso corpo por meio do Espírito, e viveremos! (Romanos 8:13). Mas o que são as obras da carne e como as diferencio das obras manifestas da carne? (Gálatas 5:19-21). As obras da carne ou também chamadas obras do corpo, são as ações que nos damos conta de que estão erradas até depois de havê-las cometido; quando o Espírito Santo nos faz saber, recebemos nova luz de que o que fizemos está mal. Por isso, todo o mal que fazemos inconscientemente – sem que passe por nossos pensamentos ou que estejamos de acordo – é uma obra da carne que saiu de nosso corpo. Não há condenação por tais obras, se aceitarmos que cometemos um mal e as julgamos pelo Espírito para fazê-las morrer. (Romanos 7:25 e Romanos 8:1-2)

Duas coisas são necessárias para poder “viver”, e seguir a Cristo:

  • Que não vivamos conforme a carne, para que terminem as obras manifestas da carne. Em outras palavras: Já não faço o que sei que está mal. (1 Pedro 4:1-2)
  • Que as obras da carne que saem inconscientemente do corpo, sejam levadas à morte (julgadas, deixadas) uma a uma à medida que vai recebendo luz. Em outras palavras: Deixo de fazer as coisas que a luz me revela que estão mal. (Romanos 8:13; 1 João 1:6-8)

Façam-nas morrer

Não podemos odiar, ou crucificar, coisas que não sabemos que estão erradas. A crucificação não pode ir mais longe do que a luz que cada um tem. No entanto, pode e deve ir mais longe. Para fazer morrer o pecado – seja obra uma manifesta da carne ou uma obra que saiu do meu corpo (que é posta à morte até depois de havê-la cometido) tem que:

  • Julgar – reconhecer a verdade; e vê-lo como pecado.
  • Odiar – ver o pecado sobremaneira pecaminoso (Romanos 7:13)
  • Não praticar – Negar a tentação, não concordar e não ceder a pecar uma vez que você sabe que algo está errado. É possível não praticar tais obras por meio do poder que o Espírito Santo provê a todos o que obedecem.

Fazendo isto o pecado irá mais e mais desaparecendo, mas o que na realidade acontece é que o pecado morre. Por meio da fé e paciência, no final você não será mais tentado a esse pecado. Esta é a natureza divina que nos foi prometida e à qual somos chamados. (Tiago 1:13-14; 2 Pedro 1:3-4; 2 Coríntios 3:18)

“Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que devemos ser; mas sabemos que quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é.  E todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro.” 1 João 3:2-3.

 O que significa fazer morrer as obras da carne?