Por Que Jesus Disse: “Vai, E Não Peques Mais” Se É Impossível?

Em João 8:11 Jesus diz a uma mulher adúltera “vá, e não peque mais” Por que ia dizer isto quando era impossível deixar de pecar?

Foram apresentadas muitas explicações diferentes, com diferentes graus de ridículo. Alguns dizem que Jesus quis dizer isso da mesma forma que um pai diz a seu filho para parar de roer as unhas – na esperança de que ele vai parar de fazê-lo, mas sem uma expectativa realista de que na verdade vai acontecer assim e sem mais delongas. Outros são da opinião que Jesus foi sarcástico, e que pediu à mulher para ir embora e não pecar mais porque queria evidenciar um punhado de fariseus. Parece que todos têm uma explicação para este versículo, umas mais elaboradas e absurdas que outras. Quase ninguém se atreve a ver este versículo desta maneira: E se Jesus quis dizer o que disse?

O que significa “não pecar mais”?

E se esse “vai, e não peques mais” na realidade é um mandamento para deixar de viver no pecado? É possível? O que quis dizer Jesus? João, afinal, escreve que somos mentirosos se dissermos que não temos pecado. (1 João 1:8)

Os versos em Tiago 1:14-15 dão uma clara descrição deste pecado que todos temos. “Mas cada um é tentado, quando de sua própria concupiscência é atraído e seduzido. Então a concupiscência, depois que concebeu, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, dá à luz a morte.”

O pecado vive em todos nós. Afinal de contas, são os nossos próprios desejos que nos atraem e seduzem. Isso é também o que João quer dizer quando escreve que temos pecado. Mas ter pecado em nosso corpo não significa que temos que ceder ante as tentações. É somente quando o desejo se consuma que cometemos pecado. Em outras palavras, é só quando eu concordo com os pensamentos e tentações que se apresentam que eu pequei.

Então, quando Jesus diz: “vá, e não peque mais”, não espera que esta mulher somente se liberte de sua carne e nunca mais volte a ser tentada; Mas diz-lhe que diga não ao pecado que habita nela e detenha o desejo para que não seja concebido; isto é, que detenha a tentação para que não se converta em pecado.

E não é este o mesmo mandamento que nos dá ao resto de nós?

O poder da cruz

Não é o próprio Jesus que nos diz: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias, e siga-me? Lucas 9:23. Que mais quer dizer? que devemos negar os pensamentos e desejos que nos atraem e seduzem, e que devemos tomar nossa cruz e fazer morrer estes pensamentos antes que se convertam em pecado? Sim, deste modo seguimos o exemplo de Jesus, no qual somos tentados mas sem pecado. (Hebreus 4:15)

Tomar nossa cruz – é a chave. Se fizermos isto – não deixaremos que tais desejos se convertam em pecado – seguimos a Jesus, justamente como nos mandou e cumprimos com o mandamento que diz “vete, e não peques mais”.

“Porque se viveis segundo a carne, morrereis; mas se pelo Espírito fazeis morrer as obras da carne, vivereis.”  Romanos 8:13

“Fazei morrer, pois, o terreno em vós: fornicação, impureza, paixões desordenadas, maus desejos e avareza, que é idolatria.”  Colossenses 3:5

“Mas aqueles que são de Cristo crucificaram a carne com suas paixões e desejos.”  Gálatas 5:24

É claro que para ser de Cristo, então devemos fazer exatamente tudo isso. “Se me amais, guardai meus mandamentos.” João 14:5.

É possível deixar de pecar?

Quando tentamos viver esta vida em vitória sobre o pecado rapidamente descobrimos que é mais fácil dizer do que fazer. Apesar de nossas boas intenções caímos uma e outra vez.

“Digo, pois: Ide no Espírito, e não satisfaçam os desejos da carne.”  Gálatas 5:16. A chave é andar no Espírito. E andar no Espírito significa ser obedientes ao Espírito. Se fizermos isto, claramente está escrito o que acontece: Não satisfazemos os desejos da carne, e se não satisfazemos tais desejos – a tentação de pecar – não pecamos!

É fácil encontrar uma série de razões por que é impossível ir e não pecar mais. Pode-se pensar que Jesus falava especialmente a esta mulher, e especificamente sobre adultério. Pode-se dizer que Jesus disse isso só para ensinar aos fariseus uma lição e que nunca quis dizer o que disse. Pode-se dizer que o disse como uma exortação sobre somente fazer nosso melhor esforço até que o inevitável ocorra, isto é, cair.

Mas o fato é que Jesus não quis dizer nenhuma destas coisas.

O que disse foi: “vá, e não peque mais.”  E pela minha parte estou convencido de que Jesus quis dizer o que disse. Imagine por um momento que Jesus sabia exatamente como as coisas se desenrolariam. Imagine que Ele sabia que Suas palavras seriam escritas, compartilhadas e pregadas entre os crentes 2000 anos depois desse fato.

Imagina: Ele escolheu dizer, “vai, e não peques mais”, porque sua intenção era que não pecassemos mais. Nunca mais. Nem sequer uma vez. E não o pensou somente por esta única mulher, e justo essa situação, senão que pensou em todos nós. Em todos Seus crentes.

A idéia não é que a Bíblia seja compartilhada, investigada, explicada e interpretada. A idéia é que a leiamos e a obedeçamos. O que está escrito? É exatamente o que eu pensei e quis dizer. A Bíblia é a Palavra de Deus, escrita por pessoas temerosas que foram inspiradas por Deus. Não há nada lá que não deva estar lá. Deus sabia o que fazia. Confio plenamente Nele.

E você? /pį

Talvez você esteja interessado em ler mais em nossa página de tópicos sobre “vitória sobre o pecado”, ou nos artigos selecionados na parte de baixo:

14 versículos que provam que Deus quer que tenhamos vitória sobre o pecado

Se realmente crê em Deus, Por que você continua pecando?

 Por que Jesus disse: